O pátio do Bargello

Bargello Cortile

O museu do Bargello se compõe de várias salas, cada uma das quais abriga extraordinárias obras-primas de arte. Mas entrando, a primeira coisa que impressiona o visitante é o seu pátio.

Construído no século XIII, o pátio do palácio se desenvolveu em torno de um pórtico disposto em três lados com arcos de volta perfeita sobre pilares octogonais. Mais tarde, no século XIV, o pátio foi ainda enriquecido com o balcão e a escadaria construída por Neri Fioravanti, em estilo gótico.

Por muito tempo o Bargello foi a cadeia da cidade e, durante este período, os arcos do pórtico e do balcão estavam fechados, para depois ser reabertos restaurados na segunda metade do século XIX, quando todo o palácio foi submetido a uma restauração. O pátio foi provavelmente a parte mais valorizada pelos trabalhos de recuperação, seja pela reabertura das lojas que para a restauração dos símbolos do poder e dos juizes de roda que tinham permanecido. Além disso, na ocasião também foram realizados novos afrescos por Gaetano Bianchi, sob as arcadas, com os estandartes dos bairros e alguns simbolos do poder.

Compre Bilhetes online

A disposição moderna do pátio do Museu Nacional do Bargello, apresenta algumas esculturas procedentes do Palazzo Vecchio, do Jardim de Boboli e do Castelo.

Entrando, se nota de imediato no centro do pátio um poço octogonal. Aqui estão expostas estátuas em mármore de grande valor artístico e histórico, entre as quais, as seis esculturas alegóricas de Bartolomeo Ammannati, o Oceano de Giambologna, algunas relevos de Benedetto da Maiano e o chamado Canhão de San Paolo de Cosimo Cenni.

Durante o verão o espetacular pátio do museu do Bargello se transforma em um palco excepcional para um evento, Verão no Bargello, que contem uma interessante oferta cultural abrindo as portas do museu para o teatro, a dança, a música clássica, contemporânea e de autores.

Compre Bilhetes online