Roma redescobre o antigo em uma exposição na Cúria do Foro Romano

Riscoperta dell'antico

Até 23 de fevereiro de 2014 a Cúria do Foro Romano está hospedando uma exposição dedicada à redescoberta da antiguidade, com uma seleção de 800 aquarelas, desenhos e pinturas do arqueólogo inglês artista e autodidata Edward Dodwell e de Simone Pomardi.

A exposição intitulada – de fato – A redescoberta da antiguidade. As aquarelas de Edward Dodwell e Simone Pomardi, reúne obras dos dois artistas durante suas explorações na Grécia no início do século XIX. Obras que, através da ingenuidade da aquarela, exprimem  o êxtase do imaginário neo-clássico diante da grandeza das ruínas gregas e romanas.

Depois de ter sido organizada pelo British Museum de Londres na última primavera a redescoberta da antiguidade chega agora a Roma para ilustrar todo o romantísmo das viagens do Gran Tour, ou seja, longas viagens (podiam durar anos) dos quais, a partir doséculo XVII, foram protagonistas os jovens ricos da aristocracia europeia. O Gran Tour era destinado a aperfeiçoar  seus estudos e a completar sua educação. Os destinos finais eram muitas vezes a Itália ou a Grecia.

Compre Bilhetes online

Nas obras em exposição – a maioria aquarelas – estão monumentos, esculturas e magníficas paisagens de ruínas feitas pelos dois paisagistas durante as suas viagens na Grecia em 1805-1806, depois em pleno clima neo-clássico.

São 38 as vistas selecionadas e apresentadas pela primeira vez na Itália, todas as obras inéditas até fevereiro passado, quando foram expostas em Londres. As pinturas de paisagens  representam a Acrópole de Atenas, os monumentos de Micene, o porto de Corfù e outros sítios arqueológicos assim como apareciam na época da dominação otomana da Grécia, mas filtradas através dos olhos do arqueólogo Edward Dodwell e do artista italiano Simone Pomardi.

Produzidas no início de 800, estas pinturas ajudaram a promover a corrente pro-helênica daquele período que, entre outros, foi apoiado também por Lord Byron. O poeta inglês declarava de fato a necessidade de redescobrir o antigo esplendor da civilzação clássica e esperava um ritorno à liberdade da Grécia.

A exposição está organizada no imponente salão da Cúria dentro do Foro Romano, sede do senado romano. Aqui você pode ainda admirar o pavimento de mármore em opus sectile da época de Diocleciano e os restos de pinturas bizantinas; um ambiente verdadeiramente impressionante que sugere um intenso e interessante diálogo entre testemunhos de diferentes épocas.

Compre Bilhetes online