Uma vez na vida – Tesouros florentinos na Galeria Palatina

una volta nella vita

A atualexposição na Galeria Palatina do Palazzo Pitti até 27 de aprile e intitulada “Uma vez na vida – Tesouros dos arquivos e das bibliotecas de Florença” é dedicada – exatamente -aos arquivos e as bibliotecas florentinas, que conservam documentos e manuscritos valiosos e de interesse mesmo para os não especialistas.

A exposição, organizada na magnífica Sala Branca, apresenta mais de 130 exemplares colocados a disposição a partir de numerosas agências credoras. Os documentos variam seja no tempo que nos tipos, vão de fato, das cartas as obras, dos esboços feitoa à mão a impressões de leis, das edições antigas a certificados.

Em particular, entre outras coisa, certamente, vai atrair a atenção dos visitantes, os documentos assinados por Michelangelo, o ato de batismo de Leonardo da Vinci e um outro texto que leva suas anotações,, uma lição escrita por Galileo sobre o Inferno de Dante, uma  edição gigante da Divina Comédia com 86 cm de altura, além de várias obras atribuidas a Andrea Mantegna, Alessandro Allori, autógrafos de Girolamo Savonarola, Poliziano, Cosimo I de’Medici, Ugo Foscolo, Pietro Vieusseaux, Vasco Pratolini, Eduardo De Filippo, Dino Campana, il premio Nobel Eugenio Montale e outros.

Se trata de um enorme patrimônio documental, que inclui algumas peças que, por durante anos “dormiram” nos arquivos sem nunca serem expostas e que agora representam uma novidade para todos. Entre estes, uma página escrita por Michelangelo sobre como trabalhar o mármore, e manuscritos antigos, o primeiro dicionário da Crusca que remonta a 1612, o primeiro número de MockeyMouse de 1932, sete exemplares da Divina Comédia dos quais um com  ilustrações de Alessandro Botticelli, a lei de Pietro Leopoldo d’Asburgo que em 1786 aboliu a pena de morte no Grão-Ducado da Toscana, o registro do Instituto dos Inocentes que tem o nome da primeira menina abandonada na monte de pedra e, até mesmo, um papiro datado do IV-I  século antes de Cristo.

Compre Bilhetes online

O objetivo da exposição é justamente oferecer uma oportunidade única para admirar aqueles que pode ser chamados de verdadeiras e joias conservadas nos maiores “scrigni” culturais de Florença. Em alguns casos se trata de verdadeiro ícone do patrimônio cultural florentino, todas obras que representam, cada um a suo modo, as fontes de conhecimento moderno e contemporâneo.

Além disso, adicionada a eexposição principal, há também uma pequena seção dedicada às consequencias sofridas pelo patrimônio dos arquivos e livros florentino em dois momentos particularmente drammaticos da história da cidade: a enchente de 1966 e a bomba da rua dos Georgofili de 1993. Estão expostos também três peças vítimas da enchente e ainda não restauradas, como também um livro destruído pela bomba. Este representa seguramente uma advertência para todos, e também uma grande oportunidade para recordar e dar nova vida a um precioso patrimônio cultural.

Compre Bilhetes online