Vilas Pontifícias de Castel Gandolfo Visita Guiada

a partir de 31,00 mais os custos de serviço de € 0 *
Categoria: Visitas Guiadas
Localidade: Roma, Itália
Duração: 1 hora 30 minutos
Idioma do tour:

Visite as Vilas Pontifícias de Castel Gandolfo com um guia profissional!

Você sempre sonhou  poder passear nos jardins do Papa? Agora, com esta incrível visita guiada, você será capaz de descobrir lugares fechados ao público por longo tempo. Do Jardim Barberini e o Jardim da Magnólia, na Avenida das Rosas, a Avenida das ervas aromáticas e das Ninfas, até a Praça dos carvalhos e ao Jardim Belvedere, um maravilhoso percurso que vai fazer você esquecer o passar do tempo, a multidão e o barulho da cidade. Uma visita relaxante, imersos na fé e nestas maravilhas botânicas.

Com um guia oficial do Vaticano, você pode admirar arte, natureza, fé e história unidas.

Não perca tempo inútil durante suas férias esperando em filas. Compre os bilhetes online com o nosso sistema fácil e seguro e lhe garantirá o acesso imediato às obras-primas de Roma.

Você pode comprar simultaneamente os bilhetes para a maioria dos museus romanos . Não perca seu tempo, conte conosco!

No nosso site você pode encontrar  todas as informações necessárias: como funciona o sistema, a segurança das transações ou como ter maiores informações sobre suas compras  passadas ou futuras.

IMPORTANTE: Em caso de não disponibilidade, o horário confirmado poderá não ser necessariamente aquele indicado por você. O museu confirmará o horário disponível mais próximo daquele solicitado na mesma data.

Que coisa faz este tour único?

  • Visita com um guia profissional
  • Evite a fila e não desperdice seu tempo
  • Admire as maravilhas botânicas da residência papal

Ponto de Encontro

15 minutos antes do início da visita, você encontrará o guia em Castel Gandolfo (província de Roma) fora da entrada principal da Villa Barberini.

Guia

Guia local oficialmente autorizado.

Informações importantes

  • O Jardim não é atualmente acessível às pessoas em cadeira de rodas ou com problemas de mobilidade
  • Recomenda-se calçar sapatos confortáveis
  • O serviço de guarda-volumes não está disponível no  momento
  • São permitidas apenas pequenas mochilas
  • É permitido introduzir apenas garrafas de  plástico
  • É permitido tirar fotos  sem flash
  • Não é permitido trazer animais para o interior
  • Não é permitido comer durante a visita
  • É proíbido fumar na área da visita
  • É proibito tirar flores, plantas e ervas aromáticas
  • O sítio não possui estacionamento
  • O acesso é permitido apenas para pessoas vestidas decentemente
  • A visita guiada é confirmada também em caso de mau tempo
  • Os visitantes podem ser sujeitos a controles de segurança
  • O itinerário da visita pode sofrer mudanças por motivos de atividades imprevistas da Santa Sé ou do Estado da Cidade do Vaticano

Vilas Pontifícias - Jardim Barberini Estrada Provincial 71/b Via Carlo Rosselli defronte da Piazzale Urbano VIII Castel Gandolfo (Roma)

História

A atual Vila surgiu nas ruínas da antiga residência de campo do imperador Domiziano construída para dominar do alto o Mar Tirreno; era um enorme complexo que incluia o palácio imperial, as casas dos funcionários, um teatro, o criptopórtico e o hipódromo. Os sucessores de Domiziano não residiam na Vila mas, ao contrário, demoliram algumas partes do edifício para reutilizar seus materiais em novas construções.

Por volta de 1200 sobre estas ruínas foi construído o castelo da família Genovese dos Gandolfi, do qual o atual nome de Castel Gandolfo e o primeiro Papa que decidiu passar férias aqui regularmente foi Urbano VIII em 1626; Carlo Maderno foi encarregado por este Papa para reformar e ampliar o antigo castelo medieval, a fim de torná-lo adequado à sua nova função de Palácio Pontifício. Em 1628 Taddeo Barberini comprou alguns terrenos da zona e  constituiu Villa Barberini, concluída nem 1635 (em suas posses são ainda visíveis os restos da antiga Villa de Domiziano).

A partir de 1870 houve longos períodos nos quais toda esta propriedade foi mantida fechada e abandonada pelos Papas os quais eram acostumados a passar férias em outro lugar, mas, ao longo dos anos, o edifício também sofreu várias ampliações e restaurações. Foi somente com a assinatura dos Pactos Lateranenses (11 de fevereiro de 1929) que o Palácio Pontifício de Castel Gandolfo e as suas vilas anexas, foi oficialmente reconhecido como propriedade da Santa Sé.

Em seguida, foram feitas as ligações entre as três vilas que constituiam o complexo (Giardino del Moro, Villa Cybo e Villa Barberini) por meio do viaduto e da galeria; em 1934 foi também transferido o Observatório Astronômico dos Padres Jesuítas.

Voltar acima
(*) O custo do serviço é mostrado na página Carrinho/Caixa depois de ter clicado em Adicionar ao Carrinho e depois em Como é calculado.

 Poderia lhe interessar também: